shutterstock_135274808

Doenças reumatológicas autoimunes ainda são pouco conhecidas e afetam o cotidiano dos pacientes

Instituição baiana é referência nacional e participa de pesquisas internacionais

As doenças reumatológicas autoimunes acometem músculos, ossos, articulações, além de diversos órgãos, e afetam o dia a dia dos doentes. Apesar de comuns, ainda existe pouca informação sobre doenças como Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES), Artrite Reumatoide, Psoriáse, Gota, Espondilite Anquilosante, Fibromialgia, Síndrome Sjogren, entre outras. Estas doenças têm grande impacto na saúde, no aspecto social e psicológico do paciente, pois causam dor, podendo levar a restrições das atividades diárias, deterioração física e até incapacidade funcional. Algumas doenças ainda não têm as causas completamente esclarecidas e muitas delas não possuem cura, mas com o tratamento adequado os pacientes podem ter uma vida normal.

O Centro de Pesquisas Clínicas em Reumatologia da Clínica SER da Bahia é referência no Brasil por participar da identificação de novos tratamentos e de pesquisas nacionais e internacionais, possibilitando o desenvolvimento e acesso a tratamentos cada vez mais eficazes e avançados. São mais de trinta protocolos de pesquisa em uma infraestrutura moderna e equipe altamente qualificada. Graças a estes estudos, que seguem rigorosamente os princípios éticos que regem as pesquisas, os pacientes podem ter acesso às mais modernas medicações, como as terapias biológicas, que agem contra moléculas e células responsáveis pelo processo inflamatório de origem crônica.

Equipe médica de excelência – O diretor técnico da clínica, Dr. Mittermayer Barreto Santiago, é pós-doutor em Reumatologia pela Universidade de Calgary no Canadá, professor adjunto na Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, chefe dos Serviços de Reumatologia do Hospital Santa Izabel (HSI) e do Hospital Universitário Prof. Edgar Santos (HUPES). “Nosso objetivo é oferecer o melhor tratamento personalizado aos nossos pacientes, por isso fazemos questão de discutir caso a caso e de levar em conta a história e características de cada pessoa.”, comenta Dr. Mittermayer. Suas sócias são a Dra. Isabella Lima, reumatologista, Doutora pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, professora adjunta da Faculdade de Medicina da Universidade Federal da Bahia. Preceptora do programa de Residência em Reumatologia do HUPES, e Dra. Nadja Maria Santiago de Mattos, médica clínica e pesquisadora na área da reumatologia. Além dos três sócios, a equipe conta com médicos e enfermeiros especializados.

Deixe uma resposta

Nome *
E-mail *
Site