Doença-De-Behçet

Doença de Behçet – O que é, quais os sintomas e tratamentos

 

 

 

 

Chamada de Síndrome ou Doença de Behçet, a enfermidade se caracteriza como vasculite, ou seja, uma inflamação dos vasos sanguíneos, que atinge mucosas, pele e órgãos internos e que ainda tem sua causa não completamente explicada pela ciência. Seus principais sintomas são aftas e úlceras genitais, que aparecem de forma recorrente. Além disso, pode atacar olhos, articulações e sistema nervoso. Os sintomas da Síndrome de Behçet geralmente surgem em homens e mulheres, entre os 20 e 40 anos de idade, porém homens jovens de origem asiática apresentam manifestações mais graves da doença.

 

A doença tem cunho genético e fatores ambientais como infecções podem ajudar a desencadeá-la. Não existem exames que possam diagnosticar a doença, o médico deve interpretar os sintomas e o histórico de saúde do paciente e então, depois de excluir outras possibilidades, fazer o diagnóstico. Para ter um diagnóstico mais acertado, o reumatologista pode contar com o auxílio de outras especialistas como o oftalmologista.

 

Sintomas – Os sintomas da Doença de Behçet são recorrentes, ou seja, melhoram com o tratamento, mas voltam a aparecer. Um dos sintomas mais comuns são as aftas dolorosas, que, em geral, surgem muito antes de se ter um diagnóstico. Elas podem surgir em qualquer parte da cavidade oral, variam em número e tamanho e duram mais de uma semana, mas não deixam cicatriz. Essas aftas podem estar associadas (ou não) a úlceras genitais, lesões de pele, dores articulares, inflamação no olho, alterações neurológicas, intestinais, inflamação e trombose nas veias e formação de aneurismas em diferentes artérias.

Olhos: Diferentes partes do olho podem ser inflamadas em pacientes com doença de Behçet e os termos médicos para essa inflamação são conhecidos por uveíte, vasculite na retina e vitreíte. Essas inflamações, se não tratadas, podem levar à cegueira, por isso a necessidade do acompanhamento regular com oftalmologista.

Cérebro: Quando atinge o cérebro a doença pode causar sintomas como dor de cabeça forte, que não melhora com analgésicos, até sintomas parecidos com os de um derrame cerebral e dificuldades de memória e raciocínio. É importante observar esses sintomas e falar para o seu médico.

Intestino: Quando a doença atinge essa parte do corpo, os sintomas são dor na barriga tipo cólica, diarreia e sangue nas fezes.

Vasos sanguíneos: A inflamação nos vasos sanguíneos pode levar a tromboses nas veias de qualquer parte do corpo, seja nas pernas, no abdome ou no interior do crânio.

 

Tratamento – O tratamento da doença de Behçet depende das queixas do paciente e dos órgãos afetados. Como os sintomas podem ser interpretadaos como sendo de outras doenças, é importante que o paciente converse com seu médico e não se automedique. As aftas podem ser tratadas com anestésicos e corticosteróides tópicos, além de antissépticos bucais. Agentes imunossupressores como azatioprina, ciclofosfamida, ciclosporina e metotrexate são reservados para manifestações graves como a inflamação do olho, as manifestações neurológicas ou vasculares. Dependendo da resposta de cada paciente també podem ser usados medicamentos imunobiológicos, especialmente com agentes anti-TNFα.

Deixe uma resposta

Nome *
E-mail *
Site